Senado vota projeto contra decreto de Temer que ameaça ZFM, nesta terça-feira

Por causa da eliminação do Brasil na Copa do Mundo, os trabalhos no Senado voltaram ao normal e, com isso, os projetos de decreto legislativo dos senadores do Amazonas serão votados em plenário, nesta terça-feira, 10, a partir das 14h.
Os Projetos de Decreto Legislativo 57/2018 e 59/2018 da bancada do Amazonas tenta derrubar os efeitos do Decreto 9.394/2018, do presidente Michel Temer (MDB) que mudou a tributação de concentrados de refrigerantes. O decreto de Temer foi editado como parte do pacote tributário apresentado para compensar a redução de 46 centavos no preço do diesel.

A norma reduziu o IPI dos extratos concentrados de refrigerantes de 20% para 4%. Segundo Iágaro Martins, representante da Receita Federal, como concentrados são insumos, eles geram créditos e acabam reduzindo os impostos no produto final.
Investigação Coca-Cola
Uma novidade na questão dos concentrados deve aumentar as discussões sobre a redução de incentivos. Isso porque, a Receita Federal abriu uma investigação para apurar se a Coca-Cola está superfaturando seus produtos para ampliar seu lucro na Zona Franca de Manaus, onde fica sua fábrica. A informações foi publicada nesta segunda-feira, 9, pela Folha de São Paulo.
De acordo com a publicação, essa averiguação ocorre em um momento em que as remessas da subsidiária brasileira para os EUA subiram quase R$ 1 bilhão entre 2016 e o ano passado. Segundo a Folha, desde 2015, o fisco americano cobra da Coca US$ 3,3 bilhões (R$ 13 bilhões) em royalties devidos por sete países, incluindo o Brasil.
 
O post Senado vota projeto contra decreto de Temer que ameaça ZFM, nesta terça-feira apareceu primeiro em Amazonas1.