MP-AM deve solicitar cancelamento do concurso da Seduc nesta quarta-feira

Amazonas Noticias do amazonas

A promotora de Justiça, Delisa Ferreira, titular da Promotoria Especializada nos Direitos Humanos da Educação afirmou que ainda nesta quarta-feira, 11, o Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) vai recomendar à Secretaria de Estado da Educação do Amazonas (Seduc) a imediata suspensão do certame realizado no último domingo, 8, após manifestação realizada na sede do órgão divulgada pelo Portal Amazonas1 nas primeiras horas do dia. 
Participantes do certame se concentraram na sede do MP-AM, na manhã de hoje, 10. (Foto: Heuder Arruda/Amazonas1)
Na tarde de ontem, 10, outro órgão que se manifestou pela anulação do exame foi o Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM). De acordo com um dos representantes do ato público, Guilherme Faial somente nesta quarta, o MP-AM já recebeu mais de 50 novas denúncias. 
“As denúncias não param de chegar, são mais de cinquenta e ainda esta semana vamos entrar com uma representação com pedido de liminar solicitando a anulação do certame. Temos vários grupos de aplicativos de mensagem, no qual estamos tratando sobre isso, são mais de mil e duzentas pessoas que reclamam de irregularidades, fraudes”, explicou Guilherme.
De acordo com o professor Pedrosa, que também estava na manifestação, a prova de português continha muitos erros. “Isso é algo vergonhoso, nosso estado virou notícia nacional devido esse acontecimento. Aí o secretário vem a público dizer que não vê gravidade nesse certame, pelo contrário, existem muitas irregularidades. Queremos que os candidatos sejam respeitados, que o esforço de cada um seja valorizado”, contou o professor.
Ainda segundo Pedrosa, pessoas de outros estados como Pernambuco e Pará foram prejudicadas, uma vez que viajaram até a capital amazonense para realizar o exame e agora estão “ligando desesperados para saber o que aconteceu”.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O post MP-AM deve solicitar cancelamento do concurso da Seduc nesta quarta-feira apareceu primeiro em Amazonas1.