Família acusa PMs por tortura e morte de padeiro em Envira

Amazonas1 Envira Morte Noticias do amazonas PM Polícia tortura

O padeiro Roney da Costa Nascimento, 40, o “Rony”, foi supostamente torturado e morto, na tarde desta terça-feira (8), e o corpo encontrado em uma estrada próxima a cidade de Envira (a 1.208 Km de Manaus). A família da vítima acusa três policias militares pela morte.
Delegado negou a agressão e explicou que a vítima apresentava problemas de saúde. Ele solicitou exame de necropsia que deve apontar as causas da morte. (Foto: Divulgação/Família da vítima)
De acordo com a família da vítima, por volta das 10h, Rony foi buscar os dois filhos da companheira na escola e, ao voltar para casa, teve uma discussão com o pai das crianças na frente da residência. O homem chamou a polícia e, em poucos minutos, uma viatura chegou até o local.
Segundo a esposa dele, Naélia Furtado, os policias militares informaram que o companheiro dela foi acusado de ameaça e, por esse motivo, teria que ser conduzido até a delegacia para prestar esclarecimentos.  Rony entrou na viatura e seguiu com os PMs.
Horas depois a família recebeu a informação de que Rony estava morto. O homem estava sujo de lama e apresentava vários hematomas pelo corpo.
De acordo com o titular da 66ª Delegacia Interativa de Polícia de Envira, Rogério Rolim, negou que o padeiro tenha sofrido torturas. Ele informou que a vítima tinha um histórico de doenças cardíacas e veio a óbito devido a um mal súbito. Rolim disse ainda que notificou o juiz do município e também solicitou um exame de necropsia, assim como todos os procedimentos cabíveis para atestar as causas da morte.
O post Família acusa PMs por tortura e morte de padeiro em Envira apareceu primeiro em Amazonas1.