Adail Filho será investigado pelo MP-AM por improbidades administrativas

Adail Filho Amazonas Improbidade Administrativa Investigado MP-AM Noticias do amazonas

Por negar acesso a informação, o Ministério Público do Estado (MP-AM),  por meio do
Promotor de Justiça Substituto Weslei Machado, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Coari/AM, instaurou inquérito civil contra a prefeitura do município (a 444 quilômetros de Manaus) para apurar a prática de improbidades administrativas. No último dia 13, o MP havia recomendado que o município atualizasse, no prazo máximo de dez dias, o Portal da Transparência, sob pena de ajuizamento de Ação.

Conforme o promotor de Justiça, a ação, publicada do Diário Oficial do MP-AM, nesta quarta-feira, 18,  é em razão da afronta ao princípio da publicidade; da negativa de acesso a informações públicas e/ou de caráter público; da notícia de existência de ilícitos e vícios nos procedimentos licitatórios e nos processos de dispensa de licitação realizados pela Prefeitura Coari, especialmente as relacionados à locação de veículos pesados, à locação de ambulância, à contratação de serviços de sonorização de eventos, à dispensa indevida de licitação para a contratação de gêneros alimentícios e de materiais de limpeza, à aquisição de álbum de multimídia do Corpo Humanos; à negativa de acesso à remuneração do prefeito Municipal; e à negativa de informação sobre a realização de acordos judiciais e extrajudiciais no ano de 2017.
Leia também:
MP- AM dá dez dias para Prefeitura de Coari atualizar Portal da Transparência
Mais um prazo
O MP-AM ainda notificou Adail Filho para prestar informações, no prazo de dez dias, sobre a razão da não disponibilização das informações solicitadas pelo órgão.
 
VEJA O ENCAMINHAMENTO:

O post Adail Filho será investigado pelo MP-AM por improbidades administrativas apareceu primeiro em Amazonas1.